31 décembre 2012

Boca da noite - Paulo Vanzolini

Boca da noite  (Paulo Vanzolini e Toquinho) Cheguei na boca da noite, parti de madrugada,eu não disse que ficava ,nem você perguntou nada.Na hora que eu ia indo, dormia tão descansada,respiração tão macia, morena nem pareciaque a fronha estava molhada.Vi um rosto na janela, parei na beira da estradacheguei na boca da noite, saí de madrugada,gente da nossa estampa não pede juras nem faz,ama e passa, e não demonstra sua guerra, sua paz. Quando o galo me chamou, eu parti sem olhar pra trásporque, morena, eu sabia, se olhasse, não... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:19 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :

30 décembre 2012

Neo-Brasil - Eduardo Gudin

Neo-Brasil (Eduardo Gudin)Brasileiro como euquando o carnaval chegartem o mundo pra sonharnas cores das escolas.Brasileiro como eumede força desigualno samba de um planeta que encolheu.Mesmo assim brilha porquebatem palmas pra valer,pois é sempre um grande atorno palco da comédia,todo ano o samba saisão 500 pra inglês ver,Darcy Ribeiro disse que eu sou mais.Sim, eu sou brasileironão tenho pena de mim,É que eu sou mandingueiro,é que eu vou rir no fim.Eu sei, eu canto assim porqueo samba é como a vida,é sempre alegre e triste ao mesmo... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 07:52 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
29 décembre 2012

Modificado - Padeirinho

Modificado  (Padeirinho)Vejo o samba tão modificadoque eu também fui obrigadoa fazer modificação.Espero que vocês não me censurem,o que eu quero é que todos procuremver se eu não tenho razão.Já não se fala mais no sincopadodesde quando o desafinadoaqui teve grande aceitaçãoe até eu também gostei daquilomodificando o estilodo meu samba tradição.Gosto de um samba ritmado pra sambar,também gosto de um sincopado pra dançarmas agora tudo é diferente,já não se fala mais naquele samba de ritmo quente. Padeirinho,de son vrai nom... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:27 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
28 décembre 2012

Menino - Roque Ferreira

Menino  (Roque Ferreira)Ô, menino,me diga quem foi seu mestre.Ô, me diga quem lhe ensinou a jogarcom dendê, obi, alubaça e búzio,quem lhe mostrou o segredo, menino,do jogo de IfáÔ, menino do erê que mora na gira,Ô, que vira-o-santêe chama Jandiraquem fez orô com seu ponto,lavou sua miçanga,quem botou mel no seu canto,mandou bater pra seu ganga,quem acendeu essa luzno seu olhare deu as contas azuisdo colar. Roque Ferreira,de son vrai nom Roque Augusto Ferreira,est né le 12 mars 1947 à Nazaré das Farinhas (état de Bahia).Il... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:19 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
27 décembre 2012

Tesouro guardado - Élton Medeiros

Tesouro guardado  (Cláudio Jorge e Élton Medeiros)Eu vivo a te procurar,tentando enganar a dor,desejo sonhado, tesouro guardado,vontade de ser feliz.Jardim só de uma florna minha imaginação,tesouro queridopor mim perseguido,plantado em meu coração.Em mim a saudade dóide um tempo que eu não vivi,dos beijos que não provei,dos lábios que não senti,deve estar bem ao meu ladoe eu não percebi,tesouro guardadopor mim cobiçado,semente de uma paixão,tesouro queridopor mim perseguidoplantado em meu coração. Elton Medeiros,de son vrai... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:22 - Commentaires [1] - Permalien [#]
Tags : ,
26 décembre 2012

Olha quem chega - Eduardo Gudin

Olha quem chega  (Eduardo Gudin - Paulo César Pinheiro)Olha quem chega,que grata surpresa!Aceite a minha mesa, a minha cama, o meu amore seja aceito você que abandonou.Entra que é tardee fica a vontade,meu samba de saudades veio dar as boas vindas,perguntar pelas novidades.Guarda os seus panos aquie os desenganos em qualquer lugar,O perdão que você vai pedir,não peça não que ele está onde eu sempre estou.Poeta não sabe guardar desamor!Poeta não sabe guardar desamor!Olha quem chega... Eduardo Gudin et Paulo César Pinheiro ... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:20 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,

25 décembre 2012

Choro das mulatas - Paulo Vanzolini

Choro das mulatas  (Paulo Vanzolini)Maria é boa mulata,me faz boa companhiamas não ata nem desata,nunca sai dessa agonia,não parece ser mulata,nem parece ser Maria,me atiça que quase me mata,depois me joga água fria.Por isso joguei meu galhopro lado de Conceição,no começo deu trabalhomas logo acertei a mão.Mas contaram pra Mariao lugar onde eu me espalho,Maria me viu com a outraentrou rebimbando o alhoÉ forró bodó na micagem ,tanta onça com fomee as macacas brigandopor causa de homem.... Paulo Emílio Vanzolini est né le 25... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 11:38 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
24 décembre 2012

E o 56 não veio~ Lá vem o Ipanema - Wilson Batista

E o 56 não veio  (Haroldo Lobo - Wilson Batista)Eu ontem esperei ás 7 em ponto,ainda dei uma hora de desconto,os ponteiros do relógio pareciam me dizer:"Vai embora meu amigo ela não vai aparecer"..Será que ela não veio porque se zangou?ou o bonde Alegria descarrilhou?Houve qualquer coisa de anormal,ela sempre foi pra mim tão pontual.Fui ao chefe da Light*, perguntei ao inspetor:"O que houve com o 56? Esse bonde sempre trouxe o meu amor"...Lá vem o Ipanema  ("Marina" Batista-Roberto Roberti-Arlindo Marques Jr.)Lá vem o... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 06:39 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,
23 décembre 2012

Sempre acesa - Luiz Carlos da Vila

Sempre acesa  (Luiz Carlos da Vila e Sombrinha)Tudo bem, veja bem,eu prometo até juro, não vou insistir,o amor acontece, é uma precee sem fé melhor nem pedirquem partiu, quem ficou,não interessa, acabou,outro dia já vem,é manter sempre acesaa chama que apaga acende também.Hoje nos percebemos que nós já não temosnenhuma razão,se não temos assunto, pra que ficar juntos?E o fim da questão,foi um tempo tão bom de alegriase com o amor que é capazde fazer com que a gente não esqueçao que se passou, nunca mais.Por isso então eu digo:que... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 08:42 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
22 décembre 2012

Tarzan,o filho do alfaiate - Noel Rosa

Tarzan, o filho do alfaiate  (Noel Rosa e Vadico)Quem foi que disse que eu era forte?Nunca pratiquei esporte, nem conheço futebol...O meu parceiro sempre foi o travesseiroe eu passo o ano inteiro sem ver um raio de sol.A minha força bruta resideem um clássico cabide, já cansado de sofrer,minha armadura é de casimira duraque me dá musculatura, mas que pesa e faz doer.Eu poso pros fotógrafos, e destribuo autógrafosa todas as pequenas lá da praia de manhã.Um argentino disse, me vendo em Copacabana:'No hay fuerza sobre-humana que... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:21 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,