24 décembre 2012

E o 56 não veio~ Lá vem o Ipanema - Wilson Batista

E o 56 não veio  (Haroldo Lobo - Wilson Batista)Eu ontem esperei ás 7 em ponto,ainda dei uma hora de desconto,os ponteiros do relógio pareciam me dizer:"Vai embora meu amigo ela não vai aparecer"..Será que ela não veio porque se zangou?ou o bonde Alegria descarrilhou?Houve qualquer coisa de anormal,ela sempre foi pra mim tão pontual.Fui ao chefe da Light*, perguntei ao inspetor:"O que houve com o 56? Esse bonde sempre trouxe o meu amor"...Lá vem o Ipanema  ("Marina" Batista-Roberto Roberti-Arlindo Marques Jr.)Lá vem o... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 06:39 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,

24 novembre 2012

Tenho que fugir - Wilson Batista

Tenho que fugir  (Germano Augusto - Wilson Batista)Eu tenho que fugir,de trem ou de vapor,talvez posso esquecer esse amor.O coração desse malvadoé uma arapuca,vou me emboraenquanto é tempo,senão acabo maluca.Quando nós vimosa primeira vez,meu coração feztique-taque,tique-taque.Ele se inspirou et recitouum lindo trecho de Bilac:No Rio nas tardes de verão, só não se apaixona quem não tiver coração,refletir..... Wilson Batista,de son vrai nom Wilson Baptista de Oliveira (03 juillet 1913 à Campos (RJ) - 07 juillet 1968 à Rio de... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:17 - Commentaires [4] - Permalien [#]
Tags : ,
14 novembre 2012

Chinelo velho - Wilson Batista

Chinelo Velho  (Marino Pinto e Wilson Batista)Não procuro saberpra não me aborrecer,é a mim que ela deve amar,se não for, pra que chorar?Há sempre um chinela velhopr’um pé doente calçar.Eu não, eu não.Se você me abandonar,não vou morrer de paixão,não pense que eu vou chorarcom a nossa separação,há sempre um coração vaziopr’um novo amor abrigar,há sempre um chinelo velhopr’um pé doente calçarEu não, eu não . Wilson Batista,de son vrai nom Wilson Baptista de Oliveira (03 juillet 1913 à Campos (RJ) - 07 juillet 1968 à Rio de... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:07 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
25 août 2012

Diagnóstico - Wilson Batista

Diagnóstico   (Germano Augusto e Wilson Batista)Eu fui ao doutorMe consultarEle me levou ao raio X.Boa amigaEu não quero lhe desgostarMas você tem uma saudade no peitoSó o tempo é que pode lhe curarEu sinto muitoMas não há remédioPra combater esse malvado tédioO micróbio da saudade é renitenteCusta muito a abandonarO coração da genteA medicina está muito avançadaMas no seu caso não adianta nadaÉ incurável a sua enfermidadeNão há remédio pra curar uma saudade. Wilson Batista,de son vrai nom Wilson Baptista de Oliveira... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:14 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
13 août 2012

Acertei no mihar - Wilson Batista

Acertei no milhar  (Geraldo Pereira - Wilson Batista)Etelvina, acertei no milharGanhei 500 contosNão vou mais trabalharVocê dê toda a roupa velha aos pobresE a mobília podemos quebrarIsto é pra jáPasse pra cá.EtelvinaVai ter outra lua-de-melVocê vai ser madameVai morar num grande hotelEu vou comprar um nome não sei ondeDe Marquês, Dom Jorge Veiga, de ViscondeUm professor de francês, mon amourEu vou trocar seu nomePra Madame PompadourAté que enfim agora eu sou felizVou percorrer Europa toda até Paris.E nossos filhosOh, que... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:08 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,
21 juin 2012

Emília - Wilson Batista

Emília  (Wilson Batista - Haroldo Lobo)Quero uma mulherque saiba lavar e cozinhare de manhã cedome acorde na hora de trabalharsó existe uma e sem elaeu não vivo em pazEmilia, Emilia, Emiliaeu não posso mais.Ninguém sabe igual a elapreparar o meu cafénão desfazendo das outrasEmilia é mulherpapai-do-céu é quem sabea falta que ela me fazEmilia, Emilia, Emiliaeu não posso mais.             Wilson... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 19:10 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,

12 juin 2012

Ganha-se pouco, mas é divertido - Wilson Batista

Ganha-se pouco mas é divertido!  (Ciro de Souza e Wilson Batista)Ele trabalha de segunda a sábadoCom muito gosto sem reclamarMas no domingo ele tira o macacão,E manda no barracão, põe a família pra sambarLá no morro ele pinta o seteCom ele ninguém se meteAli ninguém é fingidoGanha-se pouco, mas é divertidoEle nasceu sambista,Tem a tal veia de artista,Carteira de reservistaEstá legal com o senhorio...Não pode ouvir pandeiro, nãoFica cheio de dengoÉ torcida do FlamengoNasceu no Rio de Janeiro. Wilson Batista,de son vrai nom... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 18:34 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
08 mai 2012

Tá maluca - Cyro Monteiro

Tá maluca   (Wilson Batista e Germano Augusto)Já observei minha mulher,Tá maluca, tá malucaJá brigou com toda a vizinhançaTem prazer em me ver em sinucaQuando o galo cantaE o sol vai me espantarEla se levanta, lava o rosto e vem brigarToda vez que eu chego em casaDo portão eu ouço um gritoVem ferir os meus ouvidosE por isso eu vivo aflitoTodos os dias o Jornaleiro me chama atençãoJoão ninguém, Maria fumaça em primeira edição. Cyro Monteiro ,28 mai 1913 à Rio De Janeiro - 13 juillet 1973.Cyro a bien composé quelques... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 21:38 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
01 mai 2012

Gênio mau - Wilson Batista

Gênio mau  (Wilson Batista - Rubens Soares)Ele tem, ele tem um gênio mau,Quando eu digo, pedra é pedra,Ele diz que pedra é pau.Mas assim o nosso amor vai se acabar,É demais, eu não posso continuar,Ele um dia é capaz de me estranhar,Eu darei um golpe certo,Mandando esse homem andar.... Wilson Batista,de son vrai nom Wilson Baptista de Oliveira (03 juillet 1913 à Campos (RJ) - 07 juillet 1968 à Rio de Janeiro).C'était un compositeur et sambiste notoire.Wilson Batista aimait beaucoup la vie de bohème et ses fréquentations, qui... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 22:40 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
04 avril 2012

Boca de siri - Wilson Batista

Boca de siri  (Germano Augusto - Wilson Batista)Eu saí de sarongueMas que calor, mas que calor, mas que calorCantei no Bonde de São Januário, AláAlá-la-ô, alá-la-ôAté dancei de índio, auê, auêQuem encontrar o meu moreno por aíFaça-me o obsequio, boca de siriQuase que morri de insolaçãoJogaram pó de micoMas não fiquei jururuContinuei me exibindoMe desmilinguindo no passo do canguru.O trem atrasou quando eu fui pra MeritiFaz boca de siri. Wilson Batista,de son vrai nom Wilson Baptista de Oliveira (03 juillet 1913 à Campos (RJ)... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 19:10 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,