17 décembre 2012

Peito sangrando - Wilson Moreira

Peito Sangrando  (Nei Lopes - Wilson Moreira) O grande mistério deste enredoé coisa bem simples de entender,entre a terra e o céu não há segredo.Basta não ter medo pra compreenderque depois de uma noite escura,vem o sol nos reconfortare essa luz divina que tudo iluminajamais deixa de nos iluminar,e essa luz divina que tudo iluminajamais deixa de nos iluminar.Mal se nascese começa a fenecer,mal se morrese inicia o renascermas esta filosofiaé só pra dissimularesta sangria no peitoque eu não vejo jeito de estancar. Wilson... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:20 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,

31 octobre 2012

Peso na balança - Wilson Moreira

Peso na balança  (Wilson Moreira)O meu nome pesa na balança,eu tenho que estar presente,se eu não estiver o povo sente,é a hora da cobrança.A minha presença é um equilibrioe não há motivos pra tanto mistério,todo mundo sabe disso,sou um samba popular, estou falando sério.É no morro, é lá no asfalto,entro na sociedade e não me deixo elitizar,venho de grandes terreiros e caio no mundo,o meu lugar já é certo, posso chegar e sentar.Nunca fui de me afobar,onde eu me apresento o povo vai me vere depois vai me acompanhando,até você, até... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:10 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
21 octobre 2012

Deixa clarear - Clara Nunes

Deixa clarear (Wilson Moreira e Nei Lopes)Ainda é madrugada, deixa clarearDeixa o sol vir dourar os cabelos de auroraDeixa o dia lá fora cantar a canção dos pardaisÉ cedo meu amor, fica um pouquinho maisAinda é madrugada, chega mais pra cáEspera clarearDeixa que o sol nos encontre no arco do amorE chorando de inveja vai morrendo de dor, se forSó quando a lua no céu se deitar para dormirNo seu leito de estrelas é hora de ir, de irMas quando o sol se ofuscar na luz do seu olharÉ melhor outra vez esperar clarear, clarear.   ... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 09:49 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,
18 août 2012

Esculacho - Wilson Moreira

Esculacho  (Nei Lopes - Wilson Moreira)Tá um esculacho,tá um esculacho,todo mundo querendo dar voltas,compadre,sai de baixo!Sai num aniversário,fiz um crediário para me vestir,teve tanto SPC,teve até FBI,uma beca e um gravata,100 kg de alcatra foi quanto custou,quando fui dançar a valsa,a linha era falsa e a calça rasgou.Eu comprei na sexta-feira fogão,geladeira e uma televisão,chamei a familia inteira para a inauguração,na hora de ver o jogo,a TV pegou fogo e ferveu a panela,o fogão virou geleira e a geladeira passava novela.Deu... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:23 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
07 juillet 2012

Ao povo em forma de arte - Wilson Moreira

Ao povo em forma de arte  (Nei Lopes - Wilson Moreira)Quilombo, pesquisou suas raízesNos momentos mais felizesDe uma raça singular, e veioPra mostrar esta pesquisaNa ocasião precisaEm forma de arte popular, a mais...A mais de quarenta mil anos atrásA arte negra já resplandeciaMas tarde a Etiópia milenarSua cultura até o Egito estendiaDaí o legendário mundo gregoA todo negro de etíope chamouDepois vieram reinos suntuososDe nível cultural superiorQue hoje são lembranças de um passadoQue a força da ambição exterminouQue hoje são... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 05:05 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,
19 juin 2012

Silêncio de um Bamba - Wilson Moreira

 Silêncio de um Bamba  (Nei Lopes - Wilson Moreira)A emoção foi geral,Faltava pouco para o Carnaval.No meio de toda euforia,Nossa Escola chorava.Obedecendo a harmonia,A batucada calava,Instrumentos em funeral.Enrolavam a bandeira do samba,Era Silêncio de um Bamba.Foi poeta e foi guerreiro.Foi um Negro verdadeiro,Assentado em seu trono de Rei,Fez do samba a sua lei.Agora está na eternidade,Na avenida da saudade,Esperando a comissão do Astral,Pro julgamento final.A emoção foi geral. ... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 18:54 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : , ,

24 mai 2012

Senhora Liberdade - Wilson Moreira

Senhora Liberdade  (Nei Lopes - Wilson Moreira)Abre as asas sobre mimOh! senhora liberdadeEu fui condenadoSem merecimentoPor um sentimentoPor uma paixãoViolenta emoção, poisAmar foi meu delitoMas foi um sonho tão bonitoHoje estou no fimSenhora liberdadeAbre as asas sobre mimNão vou passar por inocenteMas já sofri terrivelmentePor caridadeÓ liberdadeAbre as asas sobre mim. Wilson Moreira est né le 12 décembre 1936 à Rio de janeiro.Il est né baignant dans les rythmes africains comme le "jongo",le "caxambú" ou le"calango".Ses... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 19:05 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
10 mai 2012

Incompreensão - Wilson Moreira

Incompreensão  (Wilson Moreira)Você não compreendeuA minha dorPor isso o nosso amor morreuAs rimas dos meus versosSão tantas queAté simbolizaram o reversoSe você pensasseComo eu penseiSe de mim gostasseComo eu gosteide você, nem sei o que seriaEntão veio a dorO mal aconteceu. Wilson Moreira est né le 12 décembre 1936 à Rio de janeiro.Il est né baignant dans les rythmes africains comme le "jongo",le "caxambú" ou le"calango".Ses parents étaient des défenseurs des traditions musicales africaines.Après avoir perdu son père très... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 18:53 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags :
07 avril 2012

Gostoso veneno - Wilson Moreira

Gostoso veneno  (Wilson Moreira - Nei Lopes)Esse amor me envenenaMas todo amor sempre vale a penaDesfalecer do prazer morrer de dor,Tanto faz eu quero é mais amorÁgua da fonte bebida na palma da mãoRosas se abrindo se despetalando no chãoQuem não viu e nem provou não viveu,nunca amou Se a vida é curtaE o mundo é pequenoVou vivendo e morrendo de amorAi gostoso veneno. Wilson Moreira est né le 12 décembre 1936 à Rio de janeiro.Il est né baignant dans les rythmes africains comme le "jongo",le "caxambú" ou le"calango".Ses... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 22:35 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,
09 mars 2012

Fidelidade partidária - Wilson Moreira

Fidelidade partidária  (Wilson Moreira - Nei Lopes)Minha tia-avó Rosária, partideira centenária,Perguntou pra mim: “Meu neto,O que é fidelidade partidária?”.Pergunta assim tão sumáriaTem que ter a necessária respostaE eu respondo certo o que é fidelidade partidária.Pôr verde-amarelo na indumentária(É fidelidade partidária...)Feijão com arroz na sua culináriaAjudar quem tem situação precáriaNão fazer acordo com a parte contráriaNem demagogia com a classe operáriaGritar que tem gringo pintando na áreaGostar de partido igual tia... [Lire la suite]
Posté par Alain1881 à 10:51 - Commentaires [0] - Permalien [#]
Tags : ,